bolero

foto | frédéric lagrange

 

 

você ludibriou meu coração, lamuriava a letra de bolero numa vitrola velha do bar triste em que entrei.

o dourado do uísque esquentou minhas veias.

achei que a música era a minha trilha, pensei naquela ingrata e senti saudade.

uma saudade que não tem cura, nem com todo o uísque deste mundo. em compensação, ela não vai mais ludibriar o coração de qualquer que seja o cretino.

cuidei disso pessoalmente.

 

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s