passado

 

 

“ele era versátil e o mundo era grande”, leu no romance que havia levado consigo até o café. o personagem estava num navio, a caminho da europa e de uma nova vida, interessado em deixar o passado para trás, como se fosse possível, e iniciar tudo do zero.

eu também gostaria de ter essa disposição, ele pensou, tomando o último gole do líquido negro. carregar minha casa nas costas, feito caramujo. ter o escritório debaixo do chapéu. por que não? levantou-se, recolheu o livro e o bloquinho de anotações e ia de saída para uma nova vida, do zero, sem passado, mas o garçom o alcançou para lhe lembrar que havia se esquecido de pagar a conta.

 

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s