flerte

 

 

ele achou que podia flertar com a loucura, apenas testar os limites pessoais e, quando se sentisse tentado demais, recuar e fingir que não era com ele. achou que fosse questão de escolha e até brincava com os amigos: reservem um quarto no hospício para mim, ele dizia, porque posso precisar qualquer dia desses.

não contava — mas quem conta? — que havia um turbilhão e um poder no centro do vórtice que sugaria qualquer pessoa, não importa quão forte se julgasse.

 

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s