na lua

neil armstrong em foto de buzz aldrin

 

 

não sei se o discurso sobre o “pequeno passo do homem-grande passo da humanidade” estava preparado com antecedência. ou se foi o impacto de ser o primeiro ser humano a fazer uma coisa realmente grandiosa. neil armstrong deve ter pensado nisso, sou o primeiro, lero-lero. primeirão. a primeira pegada na lua, o marco, o início. a gente aqui sempre à procura do início. ele deu o pontapé primordial em algo. ele cutucou deus com vara curta. ó, cheguei, deve ter dito, baixinho, sem houston ouvir.

agora está morto, aos 82. alguém pode se esquecer um dia. mas acho que não, acho que neil armstrong será como um montaigne desta era, um cara que descobre novos mundos e sorri. e conta depois para os netos.

 

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s