oferta

ilustração | guillaume ospital

 

 

havia comprimido tudo, passado, presente e futuro, numa pilulazinha alaranjada e agora estava me oferecendo pelo que parecia ser uma bagatela. desconfiei: 1. era falsa; 2. ele era falso; 3. o efeito seria terrível.

“vou conhecer o dia de minha morte?”, temi. esse seria o efeito colateral indesejável e o motivo para hesitar. “vai”, ele me disse, “mas também vai se lembrar do dia em que nasceu e de tudo o que aconteceu desde então, com nitidez impressionante”. paguei o que ele pedia e agora estou aqui, sozinho, pensando no motivo pelo qual não quis ingerir ele mesmo? ou talvez tenha feito isso e como castigo foi obrigado a virar vendedor de pílulas alaranjadas, talvez o mesmo destino que o aguarda.

 

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s