perguntas sem resposta

 

 

para onde foi minha alma?, o sujeito pensou, erguendo o copo de bourbon e tomando um gole generoso. ele havia assassinado por dinheiro — precisava dele para as mesmas contas que todo mundo tem — e porque no fundo era o que sabia fazer de melhor.

ah, é, lembrou, não tenho. a pergunta, portanto, não fazia sentido.

 

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s