dramas e dramas

 

 

a vida é tão mais agradável se a pessoa é capaz de acreditar na própria grandeza latente

italo zvevo — as confissões de zeno

 

no filme, as pessoas estão tristes, derramam lágrimas, se consolam uns aos outros e tentam levar a vida para a frente o melhor que podem, mas estão em frangalhos, desestruturados, perdidos, infelizes. o filme não termina exatamente bem, mas termina e as pessoas saem do cinema com olhos vermelhos e chorosos. também estão infelizes, mas de outra maneira.

seus dramas não se encerram depois de duas horas. estendem-se por dias, meses, às vezes anos, persistentes, indeléveis, amargos. perto do que acontece na vida deles, o filme é um refresco, uma boa desculpa para transferir os problemas e chorar pelos dramas alheios, pensando bem, tão simpáticos.

 

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s