desaforismos (segunda temporada): 10

 

 

100. deus criou o pecado para se livrar do tédio do infinito — e colocou os homens para sofrerem.

101. brasília é a solidão transformada em arquitetura.

102. inscrever na pedra é fazê-la falar.

103. há quem pense que o amor se distribui a granel.

104. escritores são os farsantes mais sinceros que existem — portanto, são os piores farsantes que existem.

105. o tímido é um ousado por dentro.

106. a grande vantagem do pensamento é que ele não deixa marcas visíveis.

107. é possível desconfiar que isso a que muitos chamam de alma seja na verdade pensamento.

108. fazer o tempo girar sobre si nos ponteiros do mostrador do relógio foi um ato rebelde contra o avançar do tempo.

109. as palavras não dizem todo o pensamento. é preciso refreá-lo e adoçar as palavras, para que não causem machucados graves.

 

10 comentários sobre “desaforismos (segunda temporada): 10

  1. vanessaaquino 06/11/2012 / 11:24

    “o tímido é um ousado por dentro”… eu sinto que os habitantes de mim estão em revolução constante. quando vier a paz, já não serão os mesmos habitantes. e assim segue, e assim vai… o silêncio do tímido acontece para ele ouvir e tentar entender a bagunça que os tais habitantes fazem lá dentro. tem gente muito ousada e falante aqui dentro, meu caro… ô se tem!

    Curtir

    • paulopaniago 06/11/2012 / 13:10

      o interessante dos tímidos é que parece que são em maior número do que os ousados. e no entanto, são tímidos demais para se vangloriar disso.

      Curtir

  2. erika 06/11/2012 / 23:48

    o tímido é um metido à besta. bj,

    Curtir

    • paulopaniago 06/11/2012 / 23:59

      pode até ser que sim, erika, mas ele é um metido à besta contido, pelo menos. só fica se gabando diante do espelho e para mais ninguém. beijo

      Curtir

  3. erika 07/11/2012 / 10:39

    boa. já viu a cena? pessoa tropeça, mas não cai. diz, em seguida: — ai, meu deus, que vergonha! será que alguém notou que tropecei? (…) (?!) (…) é se achar muito, não?

    Curtir

    • paulopaniago 07/11/2012 / 11:33

      sei não, é um tipo de pudor de achar que está incomodando os outros com a cena feia do próprio tropeço, que está, por assim dizer, sobrando no mundo…

      Curtir

  4. erika 07/11/2012 / 11:57

    será? sempre achei que tivesse a ver com essa amplificação imaginária dos holofotes. hum, logo, o extrovertido em último grau é um sem-noção… é, pode ser, god…

    Curtir

      • erika 07/11/2012 / 12:47

        deus é uma “força da natureza”, 😉 bj,

        Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s