confronto

foto | chadwick tyler

 

 

anunciaram a queda de braço da noite: entre clareza e obscuridade. porque era noite, os apostadores julgaram que a vantagem estava com a obscuridade, que vinha treinando nas sombras e sem alarde nos últimos meses. as apostas foram feitas e a luta teve início.

a clareza ganhou, não porque fosse a mais forte, mas porque a obscuridade tinha aceitado perder apenas para ganhar o dinheiro dos apostadores, um velho truque, sem dúvida, mas que ainda funciona.

 

2 comentários sobre “confronto

  1. esse seu texto me fez pensar. porque se a obscuridade deixou de ganhar por um motivo obscuro (e ela sabia disso), na verdade não temos aqui uma vitória disfarçada? a sensação é de que apesar de a clareza ter levado o troféu (apenas uma formalidade), a obscuridade saiu da contenda satisfeita. agradou os bobos, deixou todo mundo feliz, mas no final saiu triunfante, com a sensação ter cumprido aquilo que faz com maestria.

    esse embate ocorre em todos os textos literários, penso. aparentemente eles são a luta entre o que se cala e o que está no papel, como se isso fosse resultado de mera decisão do escritor. mas sempre vai haver algo inatingível por qualquer expressão, o que é evidenciado justamente pelo fato de haver um esforço contínuo e ininterrupto em descobrir do que se trata e tentar uma exposição. ao tentar clarear um sentido, muitas vezes a escrita destaca mais o fato de que certos sentidos sempre ficarão na escuridão… penso.

    Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s