perguntador

ilustração | karl arnold

 

 

ele fazia perguntas para as quais obviamente não fornecia respostas — se soubesse, não teria necessidade de perguntar; não achava a retórica especialmente útil ou simpática.

perguntas demais, as pessoas bufafam, antes de descartar a tentativa de resposta, afinal as perguntas eram muito difíceis. nem a deselegância ou desprezo o impediam de continuar interrogando, no entanto.

 

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s