demolições

rádio

 

 

a gente não sabe o dia de amanhã, não é?, aquele senhor rechonchudo falou, sentindo mais prazer do que o incômodo de estar dizendo uma obviedade que tinha ouvido antes.

bem, a meteorologia previu chuva e pelo menos isso dá para saber, rebati. o sorriso bovino se desvaneceu. não soube dizer o que me impelia à crueldade verbal, além do prazer perverso de ganhar a discussão contra o lugar-comum.

 

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s