perguntas demais

foto | yosuke kobayashi
foto | yosuke kobayashi

 

 

as perguntas sem resposta, as perguntas que causam constrangimento à inteligência, por que não se sabe o que fazer para encontrar resposta, as perguntas que ferem. aquela jovem estava cheia de perguntas — e as despejou todas sobre o interlocutor, como se quisesse se livrar do peso de guardá-las para si. filósofos, jornalistas, estes seres perguntantes, não teriam se saído melhor. como exemplo, apenas essa, para dar ideia do que ocorria à jovem: por que é preciso fazer tanta atividade ocupacional (pagar contas, reconhecer firmas, juntar documentos), se a gente nem faz ideia de como começar a responder à pergunta de leibniz*?

* por que existe o ser e não antes o nada?

 

2 comentários sobre “perguntas demais

  1. vanessaaquino 06/02/2013 / 12:53

    lembrei de um trecho de uma música do chico buarque: “te perdoo por fazeres mil perguntas que em vidas que andam juntas ninguém faz”.

    Curtir

    • paulopaniago 06/02/2013 / 16:10

      sempre que escuto essa música, penso no quanto de psicanalítico foi o chico. se as pessoas fizessem as tais perguntas, talvez não enfrentassem tantos problemas. ou melhor, se tivessem a coragem de dar as respostas verdadeiras…

      Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s