pascoal para estátua de parque ou retrato de paisagem

foto | philippe halsman
foto | philippe halsman

 

 

o prazer de nos iludir é o nosso maior bem, disse pascoal. e sorriu, porque ele não conseguia dizer uma coisa marota dessas e não fazer a expressão de divertimento que o atacava praticamente todo santo dia. se havia alguém que parecia ter vindo ao mundo para divertir, era pascoal. pascoal, o iludido contente. o prazer da auto ilusão nos mantém nos trilhos, ele insistiu. vocês quem?, rebati na hora. não me agradava ser incluído no plural alheio sem ter concedido licença prévia. pascoal nem piscou. impávido como um colosso, manteve o sorriso e o bom humor, ignorando não apenas minha pergunta descompassada e levemente retórica, mas os resmungos que se seguiram a seu silêncio. eu tinha a ilusão de que ele responderia, e não obtive prazer dessa ilusão, como ele sugeria.

 

2 comentários sobre “pascoal para estátua de parque ou retrato de paisagem

  1. vanessaaquino 01/03/2013 / 15:58

    meu preferido dos pascoalinos… a começar pelo título, haha! muito sagaz você… o pascoal com essa de prazer de ilusão como bem maior, sei não…

    Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s