o pior cenário

foto | thomas demand
foto | thomas demand

 

 

ia demorar muito ainda. embora o avião estivesse rompendo o ar a uma velocidade incrível, lá dentro o tempo parecia ter se congelado numa demora insuportável. ele compreendia aqueles recursos — filmes, comidinhas — que procuravam distrair os clientes para que não pensassem eternamente a respeito da extensão do tempo. ele tentou uma projeção que o livrasse de desenvolver uma crise claustrofóbica. tentou pensar em si mesmo caminhando livremente pelas ruas da metrópole para aonde se dirigia. podia virar para a esquerda ou a direita, olhar a largura das ruas ou a altura e o estilo dos prédios, podia entrar numa loja e, dois segundos mais tarde, sair dela, para caminhar mais um pouco e entrar na loja seguinte, um café, uma livraria, um bazar. era livre na projeção, ao contrário do que acontecia ali, preso e confinado num charuto com asas que varava a noite. mal podia prever que seria barrado na alfândega e obrigado a enfrentar todo o trajeto de volta, humilhado e com raiva, impedido para sempre de entrar, de forma legal, nas fronteiras daquele país.

 

5 comentários sobre “o pior cenário

  1. patrícia leite 19/03/2013 / 10:13

    este texto já é produto da viagem a ny? como foi a viagem?? é tudo que idealizamos sobre o local?? louuuuuuuuuuuca pra saber. bjs.

    Curtir

  2. thaís figueiredo 19/03/2013 / 11:00

    Vou na linha da patricia e gostaria de comentar que estou bem curiosa para conferir os efeitos dessa viagem na sua escrita. gostei da postagem de hoje, mas só um texto é pouco para julgar, haha. beijo.

    Curtir

  3. natalia emerich 19/03/2013 / 11:12

    idem, idem! bjs

    Curtir

  4. paulopaniago 19/03/2013 / 13:42

    sim, sim, pessoas, a nova leva que aparecerá agora é resultado da viagem. estou avaliando aqui se o que escrevi é bom ou delirante demais, haha, mas é nessa linha. abraços e beijos.

    Curtir

  5. vanessaaquino 19/03/2013 / 14:30

    curiosa e ansiosa pelos próximos textos… este de hoje só alimentou mais a curiosidade e a ansiedade!

    Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s