reduções

foto | olivier boels
foto | olivier boels

 

 

ela queria comer o fígado do cara, mas esse órgão havia sido perdido para o álcool.

você não tem cura, ela disse. é infantil, sempre será.

a infância é doença?, ele pensou, não disse. do jeito que ela dizia, era.

ele estava condenado, feito um ferdydurke, o personagem infantilizado do gombrowicz, a ser um eterno imaturo. “era como se houvesse um demônio me seduzindo para a imaturidade!”, ele declara a certa altura.

assim também pensou o personagem desta história aqui. sofro de sedução para a imaturidade, ele declarou. na mente, acrescentou: feito o meu país.

ela fez cara de desagrado.

ele lhe esticou a língua.

 

2 comentários sobre “reduções

  1. miguitarrayvos 21/04/2013 / 10:59

    seus desaforos são interessantes. adicionamos um link pra eles no nosso blog. quando der, apareça por lá: http://miguitarrayvos.wordpress.com/ . críticas e sugestões são sempre bem vindas. abraços, jana e jaime

    Curtir

    • paulopaniago 21/04/2013 / 11:10

      obrigado, jana e jaime. pelo link, pelo elogio. vou lá, sim. e obrigado pela leitura.

      Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s