por fim parou

cães-e-fusca

 

 

a vibração do relógio da torre da igreja permaneceu, mesmo depois que as badaladas pararam. a vibração é o chamado de deus, o padre tinha dito. ele sentia a vibração, mais que ouvia, mas estava cada vez mais distante do chamado, surdo para deus, surdo para o delírio coletivo disfarçado de boa fé e ações positivas. cada um por si, pensou, e um pouco de respeito não faz mal a ninguém, mas basta. a única vibração era a do relógio, a vibração do tempo, que ia parando (mas não o tempo) até cessar completamente.

 

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s