duelo

voo

 

 

bem vindo, eu disse para o outro, que era apenas eu mesmo retirado de mim, a me olhar com grave suspeição. por que você demorou a chegar?, perguntei, a mão espalmada, o gesto indicando a sala ao redor de ambos. não é fácil chegar até você, ele disse e não havia qualquer qualquer ironia no tom de voz. e você acha que não sei?, disse, com um sorriso, eu sim, sarcástico. mas me ocorreu que ele poderia entender como deboche. essa fronteira é sutilíssima, eu sabia, mas será que ele? enfim. não dá para ganhar todas. sentou-se no lugar que indiquei, a poltrona confortável no meio da sala. demorei porque dependia de você amadurecer e estar preparado para o que vem aí e que não é exatamente simples. ele ergueu uma sobrancelha, enquanto esperava para ver se eu assimilava bem a informação, depois continuou. queria ter certeza de que você estaria pronto antes de aparecer.

ele tinha sido gentil, me ligando na véspera para marcar o encontro. eu tinha que ser gentil também, estender de volta alguma cortesia, retribuição é marca de civilidade. você quer um café?, ofereci. afinal, é fácil saber do que eu gosto. ele aceitou e fui preparar. era um bom momento, de aparente descontração, para tocar no assunto. então, o que exatamente você deseja?, perguntei. ele sorriu. a ironia, o sarcasmo e o deboche tinham outro dono. tomar posse daquilo que sempre me pertenceu, ele falou, com voz de demônio que pretende entrar em corpo alheio. mas era eu mesmo e não havia como me fechar. era eu mesmo soterrado durante anos, com medo de como ele iria se manifestar, se como praga de gafanhotos, maremoto fora de proporção ou simples mudança de estação, sutil como brisa. olhei para ele, que era justo a minha cara escarrada no espelho, e tentei captar alguma coisa, mas ele me devolveu a mesma cara de paisagem que eu tinha usado para dissimular todas as minhas emoções desencontradas ao longo dos anos. foi nesse momento que

 

11 comentários sobre “duelo

  1. marielfernandes 11/07/2013 / 10:12

    “foi nesse momento que” e parou aí, o que é uma sugestão de “teremos continuação”, certo? os encontros conosco mesmo são cheios de tensão e reticências.

    Curtir

    • paulopaniago 11/07/2013 / 11:12

      minha interpretação é ligeiramente diferente, mariel. concordo que os encontros são tensos e reticentes, mas acho que houve uma possessão no exato momento em que o autor das mal traçadas ia fechar a narrativa, de modo que ele se viu obrigado a interromper em meio à frase. mas não sei, posso estar enganado.

      Curtir

      • marielfernandes 11/07/2013 / 11:21

        tomara que sim. ze você não estiver enganado, como será que vou saber o que houve? não conte com minha imaginação, quero é saber da fonte.

        Curtir

  2. mirian oliveira 11/07/2013 / 11:35

    o tenebroso encontro, onde os vencedores sempre perdem. não há saída do espelho.

    Curtir

  3. paulopaniago 11/07/2013 / 13:36

    mariel, confie em mim, foi isso mesmo o que aconteceu, haha. e mirian, você tem razão, não há saída do espelho, mas parece que alice o atravessou em certo momento, para encontrar algo do outro lado.

    Curtir

  4. mirian oliveira 11/07/2013 / 14:07

    acho que o espelho da sua narrativa está mais para machado de assis. é o ser inacabado, às voltas com aparências e falta de sentido. construção e desconstrução do duplo eu. também acho que viajei mais do que alice, agora… 😛

    Curtir

    • paulopaniago 11/07/2013 / 16:54

      viajou nada. ou melhor, essa é a viagem certa, por sinal, muito apropriada…

      Curtir

  5. pr 14/07/2013 / 1:16

    você vê como eram as aeronaves de outrora.

    o estofado é magnífico.

    e um cochilo como esse não se mostra mais permitido nos dias de hoje.

    disso eu tenho certeza…

    Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s