ver navios

foto | graciela iturbide
foto | graciela iturbide

 

 

súcia de brutamontes, o velho bradou, voz rouca, mão de punho fechado no ar, como se os invocasse para briga. era barbudo e rouco — efeito do excesso de bebida, mecanismo para combater o efeito colateral de outro excesso, o de realidade — e estava parado no cais a ver se lançar ao mar o velho baleeiro no qual trabalhara por anos a fio sem juntar pé de meia, bebendo e chafurdando entre mulheres. agora tinha sido largado quando não era mais útil. velhos marinheiros não recebem aposentadoria. súcia de brutamontes, repetiu, ninguém sabe se para os ex-colegas de trabalho ou se a reclamação era mais ampla, geral e irrestrita.

 

2 comentários sobre “ver navios

  1. michele viviane vasconcelos 20/08/2013 / 17:39

    esse relato, fictício ou real, é realmente um desaforo. o engraçado é que ficamos pensando: “de onde conheço esse desaforado?” eu conheço esse desaforado? não me é estranho esse personagem. parabéns pela criatividade.

    Curtir

    • paulopaniago 20/08/2013 / 21:34

      o relato aqui é sempre fictício, michele, mesmo quando é real. e que bom que te causou essa sensação de conhecer o personagem, a intenção é essa. valeu.

      Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s