até quando é possível falar de amor

arte | rené magritte
arte | rené magritte

 

 

se o sujeito não consegue amar a si mesmo, jamais conseguirá distribuir qualquer amor pelo mundo. o velho que me disse isso parecia realmente levar a sério o que estava dizendo. não tem nada mais vergonhoso e indigno do que um sujeito com a sua idade falar de amor, disparei, com aqueles meus modos que sempre geravam reclamações. o amor não é prerrogativa exclusiva dos jovens, rebateu, mas a gentileza bem que poderia estar mais distribuída pelo mundo. eu sabia que ele estava se referindo a mim e a minha postura de sempre dizer o que me ocorresse, sem me importar com quem eu iria atingir ou como. da minha boca costumavam sair dardos envenenados e certeiros. um velho que ainda ousa falar em amor não passa de um tolo, prossegui, inabalado. a única desculpa que teria seria se fosse um escritor, mas eu sei que esse não é o seu caso. você está se desviando do assunto, ele continuou, da verdadeira natureza do assunto. ele tinha olhos castanhos e pálpebras caídas que lhe escondiam as emoções que porventura ainda sentisse. daria um excelente jogador de pôquer, se se dedicasse. qual é o centro do assunto?, não resisti e perguntei. ele disse: você é uma dessas pessoas que não ama a si mesmo. e antes que eu pudesse abrir a boca para começar a fornecer resposta, me calei. afinal, ele estava correto.

 

Um comentário sobre “até quando é possível falar de amor

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s