cartas de um estranho

garrafa

 

 

ele tomou uma decisão aparentemente estranha. escreveria cartas para pessoas desconhecidas até o fim da vida. arrumaria o endereço de forma aleatória em cidades longínquas. então começou o projeto e por um instante parecia com as coisas que a sophie calle costumava querer fazer. uma vez por semana, sentava-se à escrivaninha, escrevia a carta, o endereço e depois a remetia, como se fosse a garrafa com pedido de socorro, enviada da ilha deserta num misto de esperança e desassossego.

 

4 comentários sobre “cartas de um estranho

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s