rasura

foto | flip nicklen
foto | flip nicklen

 

 

ele sofria do mal de azar. é dizer, a sorte o tinha banido das visitas, relegando-lhe migalhas, bem poucas, que ele não chegou exatamente a entender como deveria apreciar. o destino, que alguns dizem que é moldável, virou-lhe as costas sistematicamente. mas o sujeito era persistente além da conta e se a regra geral determina que a banca sempre vence, fato é que ela em algum momento no meio do caminho é forçada a ceder — o diabo também aposta, afinal — e foi numa dessas que o sujeito, cujo sobrenome era malazarte, veja você, faturou alto. saía naquele momento do cassino com os dinheiros em duas sacolas recheadas quando foi atropelado e morreu. dizem as más línguas que o carro que o atropelou pertencia ao pessoal que trabalha para o dono do cassino, mas isso são maledicências, imagine se todo sujeito que ganhasse alguma coisa na roleta fosse atropelado ao deixar o estabelecimento?, não faz sentido. o que sei é que ele entrou no ambiente decidido a torrar o que lhe restava de dinheiro antes de dar o salto para a morte. o que imaginava era um voo da cobertura, não o arremesso para cima que o carro lhe concedeu. de qualquer modo, não sei dizer se isso entra na categoria de azar, nesse caso.

 

10 comentários sobre “rasura

  1. não recebi seus desaforos nos últimos dois dias. algum problema técnico ou estou excluída da tribo dos excluídos?

    Curtir

    1. algum problema técnico, com certeza, mirian. mas não sei dizer qual seja, infelizmente, ou como corrigir. eu jamais te excluiria (acho que nem tenho [ou quero] autorização para isso, quem se inscreve para receber os posts é que tem ou não esse poder, suponho).

      Curtir

      1. — toda vez que nasce um bebê, renova-se a esperança de que a humanidade tem jeito.

        — mas basta olhar para o lado e ver quanta merda o ser humano é capaz de produzir para essa esperança descer pelo ralo.

        [paulo paniago]

        p.s.: minha fé no pó de café também é inabalável.

        Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s