o que se sabe a respeito

foto | nick gerber
foto | nick gerber

 

 

no mais íntimo, onde a razão não racionaliza mais, ele sabia o de que era feito: amálgama de uma liga fraca, pouco propensa a atos de heroísmo. não havia o que fazer, nem circunstância que lhe alterasse os elementos primordiais que lhe constituíam a tabela periódica pessoal. manteve a cabeça abaixo da linha do radar e virou-se como pôde. ninguém desconfiou jamais — ou a dúvida, se houve, não foi externalizada — e ele manteve a percepção sempre para si mesmo, no mais íntimo, lá onde a razão. foi um sucesso em fracassar.

 

2 comentários sobre “o que se sabe a respeito

  1. mirian oliveira 02/10/2013 / 13:19

    “foi um sucesso em fracassar” ou um retumbante fracasso em ter sucesso…

    lembrei de uma postagem sua, há século, seculorum, amém: “poucas coisas parecem tão intimamente ligadas como fracasso e literatura” do vila-matas. acho isso cruel.

    Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s