essencialmente, um crítico

em-fogo

 

 

ele tinha um método peculiar de publicação. escrevia um conto e em seguida uma crítica, um ensaio e depois a crítica, um poema e na sequência, crítica. o todo era um misto de vários gêneros, mas cada um vinha seguido da respectiva avaliação, como se ele quisesse poupar trabalho aos especialistas.

 

2 comentários sobre “essencialmente, um crítico

    • paulopaniago 11/10/2013 / 11:01

      pode ser que as críticas não fossem necessariamente avaliações positivas da própria obra, angelino. já pensou? ele o pior advogado de si mesmo, o pior cliente.

      Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s