origem da infelicidade

foto | alexandre boudet
foto | alexandre boudet

 

 

sempre busquei o ponto onde tudo desandou. às vezes suponho que ser humano é que nem massa de bolo, tem tempo certo para mexer e para deixar no forno, do contrário perde a liga. sou dos que perderam liga, desandei. fico pensando que se conseguisse o ponto, se ele fosse um só, pronto, eu poderia me arrumar, dar jeito em mim, colocar minha vida na direção correta. mas também não fico paranoico, pensando só e exclusivamente nisso, porque sei que é um erro, se fizer isso sou capaz de perder a vida nessa busca inútil. eu busco, mas também me ocupo de outras coisas, vou ao cinema, pedalo, remo, viajo, às vezes sorrio, mas não muito. e às vezes penso qual foi o ponto de virada, aquele em que perdi a liga, em que tudo desandou. a resposta não vem, mas sei que ela está lá, à espera de ser encontrada, paciente, a minha espera. talvez nessas outras coisas que faço. mas não há certezas, sobretudo não há certezas.

 

4 comentários sobre “origem da infelicidade

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s