perplexidade

lápis

 

 

ele escrevia com elegância, as frases trabalhadas para manter ritmo agradável à leitura, as passagens entre as frases e os parágrafos medidas com precisão e às vezes certo charme do descompasso, como se o grão de improviso fosse o tempero que faltava e veio. escrevia para esclarecer a si e a quem mais se interessasse que a perplexidade com o mundo não cessa de provocar espanto e o espanto é o verdadeiro alimento da literatura.

 

3 comentários sobre “perplexidade

  1. késia lopes 02/11/2013 / 22:47

    lindo, escreves muito bem *-*

    Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s