vida de equilibrista

hélices

 

 

eu me equilibrava na corda bamba e ao mesmo tempo jogava malabares. tinha um truque de erguer uma perna, a direita, e balançá-la no ar de modo a dar a impressão de que perdia o equilíbrio e estava prestes a cair, os fôlegos se suspendiam, depois me recompunha e suspiros de alívio se ouviam, sabia exatamente como seriam as reações e quando. é tudo um cálculo e uma vez que você o domina começa a perder a graça. daí a namorar a mulher do palhaço é um pulo.

 

12 comentários sobre “vida de equilibrista

  1. karla beatriz 06/11/2013 / 14:24

    risos. qualquer semelhança é mera coincidência, mas confesso que trocaria a namorada do palhaço pelo próprio, no meu caso.

    Curtir

    • paulopaniago 06/11/2013 / 15:01

      não há meras coincidências na vida, portanto cuidado com as semelhanças, haha.

      Curtir

      • karla 06/11/2013 / 21:26

        malabaristas e equilibristas parecem micos que podemos dispender migalhas e somente isso. os palhaços são muito mais interessantes. risos

        Curtir

      • paulopaniago 07/11/2013 / 8:29

        respeito os funambulistas, principalmente quando se dependuram sobre o abismo, nunca fico nas migalhas.

        Curtir

    • paulopaniago 07/11/2013 / 12:54

      ó. mas o palhaço tem a vantagem de conseguir rir de si mesmo no auge do desespero. e para efeitos da história, uma mulher muito da atraente…

      Curtir

  2. voudemoda 07/11/2013 / 9:49

    tenha calma, nós funambulistas (sim, estou nessa!) muitas vezes nos contentamos com muitas migalhas antes de conseguir o que queremos. afinal, a surpresa do palhaço sempre parece mais encantadora…

    Curtir

      • karla beatriz 07/11/2013 / 14:01

        no mínimo inquietante este texto. sempre acompanho, mas comento pouco. desta vez me vi na situação, risos. e por ter usado palavras e pensamentos fortes… (prefiro falar, risos e não falo pouco). aproveito para parabenizá-lo pelos textos. muitas vezes se não fosse eu lendo, poderia ser eu escrevendo em meu diário, risos. 🙂

        Curtir

      • paulopaniago 07/11/2013 / 17:45

        obrigado, karla, por acompanhar sempre e pelos elogios, fico contente de escrever de modo que você se sinta representada no texto, é o grande elogio para o escritor.

        Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s