não é o que parece

ilustração | ellsworth kelly
ilustração | ellsworth kelly

 

 

ele trabalhava no ministério do bem estar, projetando placas que diziam, por exemplo, você está ótimo hoje, e que deveriam ser dispostas no trânsito, como outra placa de sinalização qualquer, mais tarde deslocadas para outro ponto da cidade e assim por diante. ele trabalhava no setor das ideias novas. havia sugerido, na última reunião de pauta, que se enviassem cartões postais para cidadãos aleatórios do país com dizeres estimulantes, do tipo você vem fazendo um bom trabalho ou talvez um sua vida está no caminho do sucesso. o chefe gostou, ia defender o conceito junto ao ministro na próxima reunião. depois de todos os trâmites, o negócio estaria em ação dali a, o quê, uns dois ou três anos. aquela burocracia toda, ele sabia, minava a existência e a sobrevivência do ministério e tornava o seu departamento fumaça de ilusão. a vida, ele concluiu, nunca é o que parece. mas decidiu que de qualquer modo não iria pedir demissão.

 

Um comentário sobre “não é o que parece

  1. marielfernandes 16/11/2013 / 20:21

    deveria pedir. afinal, quem quer trabalhar no ministério. ainda mais o do bem estar, cuja verba total não chega para um bom escândalo. depois, levaria pelo menos 3 anos para que o pedido fosse aceito. há sempre a hipótese de uma revolução atrapalhar os planos, mas enfim.

    Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s