vida como esquecimento

escada

 

 

enquanto pôde, foi levando uma vidazinha sem fiasco, mas também sem grandes realizações, apenas o de sempre, a discrição, a invisibilidade como meta. mas que vida de merda, pensou, em mais de uma ocasião, sem que no entanto aquilo resultasse em qualquer alteração no rumo das coisas. porque não soubesse ou, pior, porque não quisesse. quando morreu, houve choro, mas nada em grandes proporções. o esquecimento naquele instante era mais forte. chegaram a mandar o nome para ser gravado na pedra da lápide, junto com a foto que era nova, mas hoje está velha e abandonada. o canto onde ficam os restos ninguém visita, o que lhe sobrou de família mudou-se para outra cidade, seu nome não é pronunciado, é como se nunca tivesse existido, embora possa ser chamado legião.

 

4 comentários sobre “vida como esquecimento

    • paulopaniago 15/12/2013 / 13:12

      entretanto, é o projeto de muita gente, mesmo que na aparência se diga o contrário. e, sim, dói em mim também.

      Curtir

  1. mirian oliveira 16/12/2013 / 1:11

    por falar em “êta vida besta, meu deus”, veja o que li há pouco, paulo roberto:

    todas as ocupações às quais nos dedicamos são apenas passatempo para suportarmos a vida. sempre precisamos cultivar um entusiasmo cavalar e ilusões de todos os tipos para conseguirmos motivação necessária para manter nossa vida em seu rumo. em outras palavras: para manter-nos alheios ao angustiante vazio da realidade. no fim, é certo que as expectativas lançadas sempre estão muito acima do resultado real. o fato é que precisamos ultra valorizar a nós mesmos e todos os nossos objetivos por uma simples questão de autopreservação. a motivação humana sustenta-se neste tipo de auto-engano. talvez isso não seja tão ruim, só estranho.
    [andré díspore cancian]

    que bom, né? todo mundo invisível e disfarçando o auto-engodo.

    Curtir

    • paulopaniago 16/12/2013 / 8:07

      uh-há! vida besta neste mundão sem porteira. e quem é paulo roberto?, hahahaha. brincando. é que não lembrava que você sabia o meu segundo nome.

      Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s