perspectivas distintas

hopper-revisitado

 

 

ele estava esgotado, gordo e se sentia um tanto incomodado consigo mesmo, mas não conseguia parar de beber cerveja e continuar a trajetória ladeira abaixo, era mais forte do que o incômodo. depende de você, de sua força de vontade, os amigos advertiam ou sugeriam. ele dava um sorriso amarelo, balançava a cabeça, mas por dentro os amaldiçoava a todos. em casa, à noite, a compulsão pela cerveja falava mais alto. o som da latinha ao ser aberta, o sabor insuperável do primeiro gole —- a necessidade de se encharcar em todos os outros. estar esgotado era sua força, não sua fraqueza.

 

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s