quando estiver morto

arte | ian teh
arte | ian teh

 

 

um dia estarei morto, minha voz silenciada, minha memória extinta. por isso as palavras no papel, o testemunho do que pensei —- de parte do que consigo, ao pensar, dispor no papel —- enquanto vivi. talvez não sirvam para muita coisa, mas a mim, enquanto estou vivo, me ajudam a compreender a experiência entre estranha e intimidadora, às vezes contente, que é estar vivo.

 

4 comentários sobre “quando estiver morto

  1. chico macedo 10/01/2014 / 18:12

    tema complexo. texto simples e suave. resolver essa equação não é mole, paniago. parabéns. abraço, chico.

    Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s