Rumos da civilização

Foto | Anna Morosini
Foto | Anna Morosini

 

 

As pessoas se casam para manter a etiqueta, ele me disse, no meio da conversa. Não sei porque o assunto chegou aí. Elas se casam para cumprir os protocolos da natureza e da civilidade, prosseguiu. Como assim?, rebati. Sorriu, antecipando um domínio de determinado assunto que me escapava. Bem, prosseguiu, os protocolos da natureza disparam cargas hormonais em cascata e a pessoa não consegue mais raciocinar com lógica, pensa com as sensações, emoções, distúrbios, instintos, necessidade. Fez uma pausa, suponho que em busca de efeito dramático ou à procura de um hiato entre os tópicos. Depois continuou. Os protocolos da civilidade te estimulam a seguir o modelo vigente, quase sempre aquele que tem em casa. Quando vê, a pessoa está ansiosa para repetir os padrões ou faz isso sem nem mesmo se dar conta do que está fazendo, calcula com naturalidade as economias que fará ao levar a vida a dois. É um dos principais cimentos da sociedade, o casamento, ele disse, uma indústria muito bem sucedida a movimentar milhões e milhões, inclusive, por isso fiz tanta questão de evitá-lo. E você por acaso se arrepende?, perguntei, ao notar um tom de lamento em sua voz. Só me arrependo de não ter sido médico, ele falou, muito sério. Caí no truque, porque disse ué, mas você é médico. E ele: então não me arrependo de nada. E abriu um sorriso malicioso. Em seguida o assunto mudou de novo.

 

3 comentários sobre “Rumos da civilização

  1. marielfernandes 30/11/2014 / 0:22

    É do tipo que do nada, abre o casaco, tira uma R 15 e começa a disparar, dizendo disparates.

    Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s