Penduricalhos

Arte | Lim Cheol Hee
Arte | Lim Cheol Hee

 

 

Dava a impressão de ser um sujeito frágil que não conseguiria impor sua personalidade solitária ao mundo. De modo que tomou a decisão de se agarrar a objetos em volta que pudessem destacá-lo: brincos, colares, roupas espalhafatosas de cores chamativas, tatuagens, chapéus, um corte excêntrico de cabelo, charutos ou cigarros de marcas desconhecidas e difíceis de arrumar, diversos modelos diferentes de barba. Parecia uma obra perpetuamente em progresso, jamais aparentando que estivesse acabado. Na sua lápide, há muito esquecida pela família e os amigos, menciona-se qualquer coisa a respeito de uma eterna procura. Mas o mundo gosta mesmo é dos que têm certezas absolutas, não importa se equivocadas. Até para ser excêntrico é necessário ter alguma dose de consistência e continuidade.

 

Um comentário sobre “Penduricalhos

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s