Mudança de conduta

dálmata

 

 

O entusiasmo como arma social para que você se destaque junto a seus amigos. Começa como artifício, às vezes chega mesmo a ser um fardo — você precisa mostrar entusiasmo para não decepcionar as expectativas dos amigos —, mas chega um momento em que se torna algo natural, sua ferramenta de destaque em relação às variações de humores dos demais, tão submetidos que estão às flutuações e nuances da economia e das crises locais e mundiais. Não é o caso de Zeca Domingues, esse gênio do tempo bom, anfitrião impecável, amigo de todas as horas, centro importante de catalisação do seu currículo de amizades. Nem mesmo o câncer de que tratou foi capaz de abatê-lo — estou com um pequeno problema, ele dizia aos amigos que sabiam da situação, fingindo estar muito sério, mas aí veio esse cancerzinho e eu me esqueci completamente do pequeno problema, e então caía na gargalhada, como se tudo na vida fosse uma grande piada pronta, à espera de ser contada. Alguém com essa disposição para atravessar a existência em meio a tanto entusiasmo, genuíno e acintoso, sobretudo contagiante… A verdade é que Zeca Domingues nos desconcertava a todos com aquela atitude tão saudável e entusiástica, de modo que tivemos por fim de nos afastar dele, a manada dos descontentes. Onde já se viu, insistir que dá para ser feliz nessa vida. Um anarquista, o Zeca, um verdadeiro terrorista social, uma tormenta incontrolável.

 

2 comentários sobre “Mudança de conduta

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s