Sobre o otimismo

grãos-de-café

 

 

Adquiriu otimismo como se adquire uma doença: de maneira inadvertida e indesejável. Dizia não ter forças para evitar ver o lado bom e promissor das coisas. Eu olhava em volta e via tudo se desmoronando: guerras, conflitos, ambições desmesuradas, corrupção e não me restava alternativa a não ser achar que o meu amigo estava louco. Ouvi-lo falar do copo meio cheio tornou-se tormento e em mais de uma ocasião me vi forçado a conter meus punhos para não lhe dar um soco. Era irritante demais aquela posição que ele adotou: era improvável a não ter mais fim e no entanto estava lá. Então um dia eu e os que se irritavam junto comigo pudemos respirar aliviados, o que nosso amigo tinha era realmente um distúrbio cerebral que lhe provocava o otimismo exacerbado, ele foi diagnosticado. O que não foi surpresa: meu amigo recusou-se à cirurgia oferecida, que poderia lhe restabelecer a correta dimensão da realidade. Preferiu manter o filtro que a doença lhe proporcionava e não tive remédio menos amargo a não ser apoiá-lo na decisão e continuar me irritando com ele e com o otimismo inabalável. Faria de tudo para disfarçar minha inveja.

 

2 comentários sobre “Sobre o otimismo

  1. Thaís Figueiredo 18/08/2015 / 10:24

    Se otimismo é doença ou não, eu não sei, mas é o que eu sinto quando eu recebo a notificação deste blog dizendo que um novo texto foi publicado.

    É sempre bom e reconfortante saber que há espaços nesse mundo reservados só para a literatura e pessoas que resistem para deixá-los de pé. Nem precisava dizer isso, mas digo e reforço e repito 😉

    P.S.: Foi só eu ler a primeira linha que eu lembrei do texto. Aceito remédios para a memória, haha.

    Curtir

    • paulopaniago 18/08/2015 / 14:07

      Doença, sim, é doença, está comprovado, haha. Deve ser tratado, antes que contamine mais alguém, já pensou? Assim como problemas de memória podem ser resultado de doença e contaminação, sobretudo advindas de convívio com quem padece do problema…

      Curtir

deixe um comentário ou um desaforo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s