CONTÍCULOS (128) Não se engane

 

 

O que as pessoas se especializaram em fazer: burlar o trabalho, dar a impressão de estarem trabalhando quando não estão, enganar os chefes. São artistas do despiste.

A mesma coisa não se aplica aos cretinos que se especializaram em desviar recursos públicos, subornar ou ser subornados, corromper. Esses são incansáveis modelos de dedicação ao trabalho e parecem não ter sossego, a não ser à noite, quando — parece paradoxo, embora não seja — deitam a cabeça no travesseiro e dormem como anjos celestiais.

 

 

— Paulo Paniago