CONTÍCULOS (138) De onde vem a memória

 

 

Nascer é brutal (mas disfarçamos tanto: flores, visitas, sorrisos, promessas). A falta de memória é requisito essencial, a mesma que vai acometer cada um quando entrar no território da morte.

Os primeiros anos são talvez para acomodar o trauma do nascimento. Só então se torna possível desenvolver os músculos da memória, que aliás vai definir muito do que qualifica viver.

 

 

— Paulo Paniago