Psicanálise da rejeição

Arte | Kent Williams
Arte | Kent Williams

 

 

Escritores escrevem e sofrem recusas, várias, sucessivas vezes. Acumulam nãos, cartas negativas, como se fossem o avesso de prêmios que supõem merecer. Depois, no futuro, concedem entrevistas nas quais explicam o que julgam terem sido os motivos para tanta rejeição e, velada, discretamente, agradecem o fato de terem sido enfim reconhecidos em talento. Agora são parte do outro time, vitorioso, as cartas de recusa podem fazer parte do anedotário pessoal relegado ao passado. O estigma foi vencido. Mas não há quem estude e compreenda o efeito dessas tantas recusas na vida emocional dessas criaturas que vêm de fábrica já emocionalmente perturbadas, para início de conversa, a ponto de terem escolhido como atividade justamente escrever. Em alguma oportunidade, poderão talvez escrever uma carta de recusa a um editor e nesse dia começa a vingança.

 

altos e baixos

arte | duarte vitoria
arte | duarte vitoria

 

 

sempre faço um esforço para que as pessoas desistam de mim. primeiro, me empenho em mostrar que tenho algum valor, quando em princípio elas dão nada por mim. então, depois de convencê-las de que há coisas interessantes e admiráveis em mim, eu me esforço para desmoronar as ilusões que ajudei a construir. nunca me contento em ser bom — também preciso ser mau em seguida. não gosto que as pessoas estabilizem as opiniões que têm a meu respeito. deve ser alguma patologia, meus amigos costumam dizer quando estão se tornando inimigos, mas desconheço o nome que ela tem.